domingo, abril 06, 2014

Provocação


Uma provocação como tentativa de estimular debate: Se existem médicos mal-intencionados, a maioria não é. Muitos percebem-se em maus lençóis, envolvidos em conflitos interesse, por entrarem sem a atenção devida em terreno movediço. Igualmente, muitos profissionais da indústria farmacêutica representam também pessoas boas, tentando fazer coisas boas, e, não infrequentemente, tomam caminhos errados, como qualquer pessoa. Mesmo quando a indústria avança um pouco demais, acho que na maioria das vezes ainda o fazem respeitando limites do bom negócio, e o questionável vem de uma interação complexa conosco, médicos, mais recentemente enfermeiros e outros profissionais da saúde. E, neste cenário, fosse possível apontar um culpado, quem de fato costuma pecar são os profissionais da saúde. Se muito disto ocorre inconscientemente (ao menos no início), tornando difícil, e eventualmente injusto, atribuir dolo, é óbvio também que fizemos quase qualquer coisa por promoção e destaque. Pude ver isto quando fiz congressos médicos. Colegas só não plantaram bananeira para palestrar nos eventos porque não considerei pedir. Fazem todo tipo de esforço pata atingir esta meta, isto resta evidente, assim como racionalizam e encontram explicações para não se envolver muito sem “brilhar”. Os conflitos de interesse não financeiros na Saúde são, muito provavelmente, tão ou mais importantes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...